domingo, 18 de março de 2007

“Nada nunca é tão eterno assim,
Até o mais longo dos dias acaba
O mais lindo dos amores se abala
Nenhuma estrada é tão longa que não possamos seguir
Queremos um querer desmedido,
Envolto nas mais miraculosas mentiras
Sempre acreditamos, queremos acreditar
Olhamos somente para as estrelas,
e esquecemos dos buracos.
Mas levantamos e seguimos
Sonhando somente com as estrelas”
(Ouro Preto, 04 dezembro 2006)

Nenhum comentário:

Visitantes

Loading...