quarta-feira, 14 de março de 2007

“Estarei lhe esperando

hoje, amanhã, todos os dias

em minha saboreada vida, lhe esperarei

em minhas largas noites lhe chamarei

respostas nem sempre bem-vindas são

mas sigo a lhe esperar

um dia irá chegar

com palavras tolas de ressentimentos

sentimentos nobres tão amordaçados

flores mergulhadas em palavras

que as beberemos com o melhor vinho

mesmo que não tenha olhos para lhe ver

sempre estarei a lhe clamar

a lhe esperar”

(22 fevereiro de 2007)

Nenhum comentário:

Visitantes

Loading...