quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Hicla Curvello 
Rômulo, querido, tive a sorte de lhe conhecer hoje. Por acaso, quase - se é que o acaso existe, particularmente creio que não -, pois voltei ao Odeon porque passará lá o longa do Anima Mundi 2013 que pretendo ver no próximo dia, e não na Fundição como havia pensado. Queria comprar logo o meu ingresso. Sem dindin para comprar/ajudar/ conhecer estava, mas que bom que me encantei pelas suas palavras, pelo seu jeitinho manso. Obrigada pelo presente! Enfim... Seus poemas são profundos, quentes, ora suaves, ora densos... que bom ter conhecido vc, artista de rua. Indicarei seu blog e divulgarei suas palavras. 
Parabéns pelo dom! pelo trabalho! pela energia! 

Um comentário:

Marisa Aquino Azevedo disse...

Belo escrito poético...parabéns

Visitantes

Loading...