domingo, 24 de junho de 2012

o teu verso é coisa simples


flutua nesta tua boca

escorre neste teu olhar,



o teu verso gruda em meu corpo,

corpo que compartilho

num silêncio gritante

de nosso encontro,



o teu verso tem a força

da semente contida na fruta...

o teu verso é simples,

e, de tão simples,

nao se pode entender,

somente sentir.

22/06/2012

Nenhum comentário:

Visitantes

Loading...