terça-feira, 6 de setembro de 2011

poesia

“Posso ser sua palavra, língua, vontade...


Posso ser a luz que lhe apresenta o dia

Ser a brisa que divide a tarde em noite

O calor

A lua

A rua.

Posso ser sua dança

Felicidade de criança

Emoção de toque

Posso ser tudo que ambicionas

Posso ser-te, ter-te

Posso ser a palavra de sua coleção

Ser seu nome e lugar

Coisa que vem e fica e marca

Ser a espera de sua volta

A criação de sua saudade sentida

Posso ser felicidade em sua volta

Sorriso

E espera”



Rio de Janeiro, 16 de agosto de 2011

3 comentários:

Rodrigo Passos disse...

perfeito !!!

Antonio disse...

muito bom...passei pra conhecer o seu blog e votar..boa quinta..

ANTONIO CABRAL FILHO disse...

TÁ QUI MAIS UM MINEIRÃO DA SERRA DO PAIOL ( FREI INOCÊNCIO ) NO RIO HA 42 ANOS, MAS COMENDO CADA VEZ MAIS PÃO DE QUEIJO. ABRAÇÃO

ANTONIO CABRAL FILHO
http://letrastaquarenses.blogspot.com

Visitantes

Loading...