quinta-feira, 31 de março de 2011

“Fica cravada em mim


Com sua raiva, sua ira

Se caso for,

Iria me buscar

Em algum pedaço da lua?



Fica, pois lhe dou

Tudo que sou

e, esta minha busca

Um encontro, uma lua



Queira ficar

Querendo o dia nasce

Querendo pode acontecer

E nesta querência podemos

Ser um



Fica, completa

Faz-me seu sol

Ofuscante e cheio de vida



Vá.

Pegue seus pedaços

E volte,

E fique aqui

Sempre

Para sempre em mim”

5 comentários:

Patricia s2 disse...

" E fique aqui

Sempre

Para sempre em mim”

lindo.pura emoção.bjs

Controvento-desinventora disse...

P´ra sempre é uma invocação que ignora o tempo, pois quer tê-lo eterno.

Janaina Cruz disse...

Como ela não vai desejar fazer parte de algo tão lindo assim?

E se fará constante, um eu dentro do outro.

Sigo o blog co prazer,ótimo final de semana.

Murillo Kollek disse...

Meu grande amigo Rômulo! Saudações poéticas. Feliz por descobrir seu blog. Parabéns!!!

BoBa disse...

Cara, ''comprei'' tua poesia na frente da bliblioteca nacional, teu blog é ainda melhor,parabéns! Estou seguindo o blog, sou a BoBa, escrevo tbm, dá uma olhada lá!saudações poéticas!

Visitantes

Loading...