sábado, 28 de agosto de 2010

XIII

“Ando,
Por que o tempo passa
Quero-te,
Por não saber de outro querer
Espero-te,
Pois sou curto como a noite.
E, neste andar de querer-te
Faço-me em espera”

Um comentário:

Vanessa Moiseieff disse...

A vida uma espera, ela só para quando o amor chega...

Visitantes

Loading...