quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

poetas!

“Poetas são assim mesmo
Loucos
Criam mundos lúdicos
Onde sua felicidade importa
Onde seu sonho importa.
Poetas são assim, loucos,
Mesmo!
Têm medo e não fogem
Só amam
Os seus criados momentos”

2 comentários:

Reticências disse...

Nossa loucura é um véu insuspeitável que separa os verdadeiros loucos dos vermes enclausurados em seus redutos requintados, com garfos de ouro revestem seu tesouro num hábito externo refinado. Me sinto impelido, deveras destinado, a ser o precursor deste tempo infindável, em que a poesia é uma cifra invisível, incalculável. Me presto a ser servo do sistema, enquanto o lema do Planeta Terra for a sobrevivência em condições adversas... e mesmo que eles implantem um chip ou regressem ao tempo da barbárie, nosso pensamento é o ingresso, o preço da liberdade. Saudades de você meu velho, valeu por ter postado em meu blog e por ter conferido de perto o meu pequeno e humilde trabalho, fico lisonjeado... chega de babação, pra casa do carvalho, provar uma cachaça, inté... nos vemos por estas bandas virtuais... um forte abraço meu nobre!!!

frô disse...

nao somos assim tao diferentes.. apenas assumimos nossa identidade.. tal como cristo e tantos outros..

Visitantes

Loading...