domingo, 18 de março de 2007

“Te percorri em todos os sentidos
Me perdi tantas quantas as vezes pude
Me achei, caído no solo de barro frio
Acordei sem amor e com calor
Calor do sol que doía na testa
mordi cães rueiros e os amei
me percorri como uma navalha
morte, e morri mesmo”
(Rio de Janeiro, 05 janeiro 2007)

Nenhum comentário:

Visitantes

Loading...