domingo, 18 de março de 2007

“Minha cabeça está a 50.000 por hora
Meu corpo não a acompanha mais
Meus pensamentos tão confusos agora
Á cada segundo me vem algo diferente
E estou só aqui, não tem ninguém para me ajudar
Quero chegar em casa, deitar e respirar
Aquele odor do café feito com carinho
E fumar um cigarro, e depois contar
Contar tudo que vi, senti, passei,
Estou quase indo caminhando para minha casa”
São Paulo, 07 março 2006)

Nenhum comentário:

Visitantes

Loading...