quarta-feira, 14 de março de 2007

“Dia claro com luzes acesas
um sorriso longe
uma vela apagarei
um monge matarei
serei eu, seria você?
Queimaduras fatais
A lâmpada agora queimou o cigarro acabou
E a vela apaguei
Fui morto no julho
Nasci e agosto com gosto de cachaça ruim
Sem aparência certa, amorfo
O seu sorriso está solto no ar
Leve, gostoso, esperança
Vamos nos ver, sorrir
Assim terei uma forma”
(Ouro Preto, 03 outubro 2006)

Nenhum comentário:

Visitantes

Loading...