domingo, 25 de março de 2007

“Chego em casa e sinto-me o tal...
Dispo-me de minhas meias, loucamente,
Como se nunca houvesse feito isso...
Ouço sua música, sua ordinária,
Mas não quero deitar-me com você esta noite...”
(Ouro Preto março 2007)

Nenhum comentário:

Visitantes

Loading...