domingo, 12 de setembro de 2010

XVIII

“Ah Ouro que é Preto,
Que é de Preto,
Onde estão teus poetas?
Quem sabe,
Vagueiam pelo mundo
Buscando seus tesouros
Seus iguais amores
Ah, Ouro quase Negro,
Onde tua lua se escondeu?
Ou fugiu,
Indo passear para outros olhares?”

2 comentários:

Anônimo disse...

Really neat wording! Lovely :) Thanks 4 letting me know about your site... Smiles, Chantelle (Ccolours on Twitter)

Antonio Angelo Macuacua(Tunes) disse...

palavras bem esbeltas e muito profundas.... parabens


passe pelo meu blog, de uma vista de olhos e diz-me se gostas abraços

Visitantes

Loading...