domingo, 12 de setembro de 2010

XVI


“Tardes moribundas de gente
Domingo é dia e missa
Sem nenhum arrependimento,
O povo vai pedir perdão duplo
Pelo que fez e pelo que virá.
Todo dia, todo domingo
O povo parece moribundo”

Nenhum comentário:

Visitantes

Loading...