domingo, 9 de maio de 2010

Desta vez soou fácil
fui eu, sou eu
desta vez sou eu
coisa qualquer nova
feliz, um chamariz para a lua
sou eu,
que vim,
que vou de novo
há um tempo colorido
de um tempo quase esquecido
onde favela era aquarela

3 comentários:

Pétalas D'Alma disse...

Parabéns, pelo seu blog! Passei pra uma visita e gostei muito dos seus textos. Vou seguir e fico aguardando sua visita!
Bjus Sol

*lua* disse...

As cores e impressões estão sempre nos olhos da alma de quem as vê ... inútil acreditar na realidade a olho nú. um beijo

Anônimo disse...

Tão bom aqui...

amei... Thê.

Visitantes

Loading...