terça-feira, 28 de abril de 2009

"OURO PRETO DE LOUCAS NOITES
LUAS E RUAS SUAS
OS POEMAS DESCEM AS ESCADAS
CONTOS PARAM-NOS NAS ESQUINAS
O TEMPO,
AH...
O TEMPO...
ESTE QUE NÃO CESSA
ALÍ, SE FEZ CALMO
EM NOITES INVERNAIS
CONFIRMOU NOSSOS SONHOS
DISSE SIM A ESPERANÇA
NOS FITOU COM OLHOS DE LIBERDADE"

Nenhum comentário:

Visitantes

Loading...