sexta-feira, 13 de março de 2009

"UM POUCO DE QUASE TUDO PARA ONTEM É O QUE ME SOBROU
VESTÍGIOS DE DELÍRIOS EM BRANDAS NOITES
(SOBRARAM LEMBRANÇAS E VÁRIOS PAPÉIS)
ALGUNS ODORES TAMBÉM...

TORNEI-ME ALGO SONHADO POR QUASE TODOS NA NOITE PASSADA
PASSOU, MUDEI
E NOTARAM?
NAO NOTARAM...
TODOS DA NOITE ANTERIOR TAMBÉM MUDARAM
PERCEBEMOS O QUÃO ENORME ERA O ABISMO
PROCUREI RELATAR O POUCO DO QUASE TUDO DA NOITE PASSADA
E AS PALAVRAS NAO ENCONTREI,
TALVEZ NEM EXISTAM..."
(DEZEMBRO DE 2007)

Um comentário:

Nome: Leonel Dutra disse...

"O poeta aponta a lua, o imbecil olha o dedo"
Essa frase diz tudo, em muitas conversas literárias e escolares comentei sobre ela...
Parabéns pelo blog...

Visitantes

Loading...