domingo, 18 de março de 2007

dia triste de momentos alegres
sinto-me tão distante da felicidade
exatamente hoje que o sol saiu,
minha tristeza resolveu também dar as caras
será um pressagio de dias piores?
Queria me deliciar nas gargalhadas das crianças
Ter de novo esta pureza perdida
Em noites em claro, no tumulto
Mas dormia e acordei neste mundo frio
Aqui parece nada importar aos olhos alheios
Nada parece mover esta pedra chamada tristeza
Esta falta de alegria concentrada;
Se estou alegre, pode ser que estou bêbado...
E esta felicidade bêbada não é nada fácil de ludibriar
Logo a manhã tece seus fios
E tudo volta a ser como outrora” (Ouro Preto, 08 janeiro 2007)

Nenhum comentário:

Visitantes

Loading...